Meditar ajudou garotos em caverna na Tailândia
23 de julho de 2018
10 dicas valiosas para o envelhecimento saudável
1 de agosto de 2018

Para ter uma alimentação saudável encha o prato de cor e sabor

Ter uma alimentação completa e saudável pode ser mais simples do que você imagina. Preste atenção no seu prato de comida. Está pálido e sem graça ou tem mais cores do que um arco-íris? Se você escolheu a segunda opção, está no caminho certo.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que toda pessoa inclua sete ou mais porções de frutas, verduras e legumes coloridos e diversificados no cardápio. E uma forma de determinar se o organismo está recebendo o nível devido de nutrientes é separando os alimentos por cores.

Por trás das cores, escondem-se informações sobre aquilo que contribui para a saúde e bem-estar da pessoa. Prestar atenção nas cores é uma maneira bastante simples de controlar o consumo de nutrientes.

Podemos classificar as frutas e legumes em cinco grupos organizados pela cor: verde; amarelo e laranja; vermelho; roxo e branco. Cada alimento dentro destes grupos contém substâncias concretas com efeitos funcionais e benéficos para a saúde. O ideal é procurar colocar no prato, por exemplo, uma folha mais escura, como rúcula; um alimento in natura vermelho ou laranja, como tomate, beterraba, abóbora e outros.

Mas, atenção! Apesar de as hortaliças e frutas serem essenciais, as proteínas de origem animal ou vegetal não devem ser esquecidas. Os chamados alimentos plásticos formam ossos e músculos e auxiliam na renovação celular. A esse grupo pertencem as proteínas, que são facilmente encontradas em carnes, ovos, soja, peixe, feijão, pão de trigo integral, queijo e leite. Outros componentes desse grupo são os sais minerais, água e vários tipos de gorduras.

DIVISÃO

E como organizar o seu prato? Saber como organizar o prato de nossas refeições é determinante para a nutrição do corpo e o bom funcionamento do organismo. Atente-se à quantidade destinada a cada grupo de comida. Deixe metade do prato para verduras e legumes, um quarto do prato para um ou dois carboidratos (massas, arroz e derivados) e o outro um quarto para alimentos fontes de proteína (carne, frango, peixe, ovos). As leguminosas, cujo representante tipicamente brasileiro é o feijão, são proteínas de origem vegetal.

VARIEDADE DE NUTRIENTES

Conheça quais são os grupos de cores e seus benefícios para o organismo:

Verde

Quiabo, pimentão verde, brócolis, espinafre e outras folhas: são ricos em vitaminas e outras substâncias, como ácido fólico, um nutriente capaz de afastar males como o infarto e câncer. Além de ter grande quantidade de clorofila, que funciona como desintoxicante, fazendo uma limpeza natural no organismo.

Amarelo e laranja

Mamão, abacaxi, manga, cenoura e milho: são ricos em betacaroteno, que se transforma em vitamina A no organismo, boa para olhos e tecidos, e que ainda atua fortalecendo o sistema imunológico.

Vermelho

Melancia, morango, beterraba e tomate: carregados de um pigmento chamado licopeno, antioxidante natural que protege contra as substâncias químicas agressivas às células.

Roxo

Repolho roxo, berinjela, feijão preto e ameixa: são alimentos nas tonalidades roxas ou azuladas que contém anticianina, um pigmento que protege o coração e melhora a circulação, ligado à presença da vitamina B1.

Branco

Banana, cogumelos, batata, cebola e alho: alimentos de cor clara previnem contra tumores intestinais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Incrições Workshop um caminho para Meditação



×